Clique aqui e baixe agora SEU TESTE

O que é Síndrome de Burnout? Descubra os sinais e veja como prevenir.

Tem algo acontecendo sorrateiramente na vida de muitos profissionais, o esgotamento mental anda a solta, fique de olho e veja como enfrentar o Burnout

A Síndrome de Burnout associada aos profissionais que atuam diariamente sob pressão e com responsabilidades constantes, como médicos, enfermeiros, policiais, jornalistas, vem acometendo de maneira assustadora cada vez mais colaboradores, gestores e executivos de alta liderança. É o estado físico, emocional e mental de exaustão extrema, o que resulta em acúmulo excessivo em situações de trabalho que são emocionalmente muito exigentes ou estressantes.
Uma doença que acomete profissionais de todas as áreas empresariais e de saúde, veja como prevenir
A síndrome de Burnout, também conhecida como síndrome do esgotamento profissional, pela sua gravidade passou a ser considerada doença ocupacional em 1º de janeiro/2022, após a sua inclusão na Classificação Internacional de Doenças (CID) da Organização Mundial da Saúde (OMS), na prática, significa que agora estão previstos os mesmos direitos trabalhistas e previdenciários assegurados no caso das demais doenças relacionadas ao emprego.

Entenda a doença

A síndrome, desencadeada pelo estresse crônico no trabalho, se caracteriza pela tensão resultante do excesso de atividade profissional e tem algumas características como:

1 - Esgotamento físico e mental, a perda de interesse no trabalho;

2 - Ansiedade generalizada ou total desânimo;

3 - Aumento do distanciamento mental do próprio trabalho, ou sentimentos de negativismo ou cinismo relacionados ao próprio trabalho;

4 - Redução da eficácia profissional.

De acordo com neurocientistas e psicólogos, a síndrome de Burnout é um quadro psicológico associado a uma percepção de exaustão que ocorre de forma prolongada, ou seja, não é uma fadiga pontual, estende-se por um longo período e tem graves consequência na vida do indivíduo a cometido pela síndrome.

O cansaço excessivo é associado a uma forte perda de interesse e engajamento nas atividades profissionais. Além disso, a percepção de esforço fica distorcida, fazendo com que a pessoa entenda que gasta muita energia para atividades que anteriormente fazia de maneira natural, e esse quadro é ainda mais afetado pela soma de sentimentos negativos, como medo, frustação, desânimo, depressão ou a ausência de significado associado ao trabalho. Ou seja, a pessoa entende que se esforça ao máximo, entretanto não consegue mais enxergar o resultado positivo das suas tarefas, e não entende para vai seu esforço e dedicação.

Os principais sintomas

Os sintomas mais comuns são sensação de esgotamento físico e mental, perda de interesse nas atividades de trabalho, sentimentos negativos associados ao ambiente de trabalho, falta de motivação para trabalhar, alteração repentina de humor, depressão, ansiedade, baixa autoestima, dificuldade de concentração e pessimismo.

Alguns sintomas também podem ser físicos, como dores de cabeça constantes, enxaqueca, enrijecimento muscular, fadiga, palpitação, alteração da pressão arterial, insônia, problemas gastrintestinais, baixa imunidade trazendo quadros rotineiros de gripes e resfriados recorrentes.

Condições que favorecem a síndrome de Burnout

O início dos sintomas pode se dar por um acúmulo de tarefas, elevado senso de responsabilidade, alto nível de exigência consigo mesmo ou pressão exageradas por parte de líderes e gestores, bem como, alta demanda de trabalho. Esse cenário tende a favorecer a sensação de impotência e a falta de perspectiva, que junto com a sobrecarga de trabalho permitem o quadro.

Outro fator de extrema relevância foi a mudança brusca no mercado de trabalho com a expansão da tecnologia, onde o indivíduo está boa parte do seu tempo conectado a uma tela e isso acarreta numa mente o tempo ligada. Ao mesmo tempo que a tecnologia permite maior liberdade e mais autonomia tende gerar a sensação de que as pessoas devem estar disponíveis em tempo integral ao trabalho, uma vez que podem responder e-mails e mensagens facilmente do seu celular. Isso traz um excesso de carga horária, mesmo quando a pessoa está fora do ambiente de trabalho o que, associado às cobranças e pressão, pode piorar ou favorecer o quadro de Burnout. Além disso, a diversidade de canais de comunicação disponíveis pode levar a uma sensação de sobrecarga, o que pode desencadear uma maior dificuldade de alinhamento de prioridades, excesso de cobrança, ruídos e distorções na comunicação, sentimentos negativos e percepção de maior distanciamento e frieza por parte dos gestores ou da empresa.

Como prevenir o Burnout

1. Estabeleça pequenos objetivos na vida profissional e pessoal;

2. Participe de atividades de lazer com amigos e familiares;

3. Atividades físicas com frequência, assim como práticas de relaxamento

4. Evite o consumo álcool, tabaco e outras drogas, pois o uso de substâncias tende a piorar os sintomas de transtornos mentais;

5. Busque controlar o tempo de exposição as telas como: notebook, celular, tablets, tvs, etc.

6. Manter rotina de sono adequada.

Para prevenção da doença levar uma rotina equilibrada com tempo para descanso e lazer e estabelecer uma boa relação com o trabalho, independente da área de atuação é fundamental.

Isso porque o transtorno não afeta apenas a carreira profissional, afeta também a vida social, a autoestima, a saúde emocional e mental.

│Se você possui algum dos sintomas, busque ajuda de pessoas da sua confiança e procure especialistas.


Tikinha Albuquerque
Coach e Trainer em PNL
Instagram: www.instagram.com/tikinhacoach
Fonte da imagem adaptada: freepik

E você já foi atingida ou já notou sintomas? Conte como foi, e ajude outras pessoas!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre a ACTIO Consultoria & Treinamentos

Sobre a ACTIO

A ACTIO é uma consultoria empresarial que transforma suas ideias em realidade baseado nas necessidades de seus clientes.

Saiba mais...
Vamos ver

Downloads ACTIO, aproveite para baixar materiais, planilhas, ebooks, tudo para ajudar VOCÊ e SUA EMPRESA.

Descubra
Proposta

Se VOCÊ gostou do que temos, vamos ao trabalho? Solicite sua proposta e veja como podemos ajudar VOCÊ e SUA EMPRESA.

Solicite

Receba nossas atualizações